quarta-feira, 5 de abril de 2017

299ª Nota - Visibilidade da Igreja


A Igreja Católica e a Sede Apostólica são pessoas morais (Cânon 100). Uma pessoa moral de direito eclesiástico é de natureza perpétua (Cânon 102). Sendo de natureza perpétua, a Igreja Católica não pode desaparecer, ainda que fosse privada de um Papa.

“Se demorasse muitos meses ou muitos anos sem eleger um novo Papa, ou se assumissem antipapas, como ocorreu algumas vezes, o intervalo não destruiria a sucessão, porque tanto o clero como o corpo dos bispos subsiste sempre na Igreja com a intenção de dar um sucessor ao Papa defunto tão pronto como as circunstâncias o permitam.” (Padre Barbier, em “Os tesouros de Cornélio a Lápide..., Paris, 1856, T.1, P. 724-725).